Episódio 1:
Vincent Laforet nos fala sobre o que precisamos para fazer time lapse como o caso do intervalômetro “Timer Remote Controller TC-80N3” da Canon que custa US$129.00 (conseguimos outros que trabalham muito bem por (US $8.50), ou, para mim a melhor opção, usando o magic lantern), os tripés Manfrotto 057 e 055CXPRO3, a ball head Manfrotto 055 Q5, slider e cabeça motorizada da Kessler.
Vincent relembra que temos de ter movimento na imagem para obtermos essa sensação de passagem do tempo, normalmente se usa nuvens, pessoas caminhando, prédios ao fim da tarde que conforme escurece vão acendendo e apagando as luzes e sombras mostrando o movimento do sol. Também nos fala de como calcular (penso que todos sabem) quantas fotos são precisas para fazer o tempo que queremos no vídeo, por ex queremos 10 segundos de time lapse num vídeo editado a 24 fps, então 24fps (24 fotos por segundo) X 10 segundos dão 240 fotos/frames. Esta dica serve para marcar no intervalômetro em quantas fotos ele vai parar, assim não fica com imagens a mais. É importante saber quantas fotos porque as câmeras têm um limite de vida baseado no numero de fotos tiradas, por exemplo na 6D e 60D é de 100 mil fotos.
O ponto que acho interessante neste vídeo é a informação de toda a configuração em rodapé: Camera usada, intervalo entre fotos, Shutter speed, Abertura, ISO e lente usada.
Ha vários aplicativos para celulares que nos ajudam como Timelapse Toolkit ou DSLR Timelapse.

Episódio 2:
No segundo episodio Vincent Laforet nos mostra o que devemos ajustar na 5D mark III.
– No video vemos que se deve escolher “desativar” na função “Desligar auto”, no menu segunda chave, para que ela so desligue quando terminar a bateria.
– Devemos também colocar em “off” em “Tempo revisão” no menu primeira opção de camera, para que não mostre a imagem no lcd e se poupe bateria.
– Desligar todas as funções automáticas com autofoco e estabilizador de imagem na lente
– Usar cartões de grande capacidade
– Fotografar em RAW
– Acertar o balanço de brancos
– Usar o modo M
– Ativar o “Bloqueio de espelho” no segundo menu de câmera. Isso evitará que a câmera trepide em exposições longas.
– Por fim colocar em OFF o “Otimizar Luz Automática” no segundo menu de câmera, ou no terceiro se for na 6D.

Episódio 3:
Neste episódio Vincent Laforet nos fala das lentes preferidas para time lapse, como a Canon EF 16-35mmm f2.8 e a Canon EF 24-70mm F2,8. Vincent tambem nos dá dicas sobre onde devemos colocar a camera, mas isso é um tema mais aberto, tudo depende do que queremos, por vezes de cima para baixo, outras de baixo para cima, tem de saber o que quer contar e testar tirando uma foto.
Outro assunto é o shutter speed, normalmente se usa o mesmo que no vídeo para ficar com o mesmo aspeto, a 1/50, embora eu prefira valeres mais baixos como 1/03 para dar aquele efeito de arrastro em carros e pessoas. Destaco a dica para usar duas câmeras sempre que possível uma aberta outra mais fechada.

Episódio 4:
No último episódio o tema é pós produção.
Vincent inicia como organiza as pastas com as imagens, colocando no mome o ano/mês/dia/nome do trabalho. AAlem do programa que ele mostra no vídeo o que uso e acho melhor é o Adobe After Effects.

Premiado Diretor de Fotografia e filmmaker que vive em Bauru, São Paulo Estudou cinema na New York Film Academy; AIC Academia Internacional de Cinema de São Paulo. Fez Direção de Fotografia de diversos Longas Metragens e Documentários que foram exibidos na TV e participaram em festivais nacionais como Festival de Brasilia, Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival de Gramado, É tudo Verdade e festivais internacionais como: Festival Internacional Fronteiras, Festival de Cinema Los Angeles, Festival Internacional Del Nuevo Cine Latino-Americano Havana/Cuba, Cineteca Nacional do México, Festival FILMAR (Genebra/ Suíça ), Festin em Lisboa/Portugal. Destaque para o filme "Fome" que entrou em cartaz em 2016 em 10 cidades em 7 estados.

2 COMENTÁRIOS