Durante a semana ABC em maio, o Diretor e dono da O2 Filmes, Fernando Meirelles mostrou como foi pensada a fotografia da serie Felizes Para Sempre? .

Aparentemente parece o trabalho normal que sempre temos (eu como fotografo) com os diretores do filme /serie, só que esta serie se destaca por ter 4 diretores e 4 fotógrafos e para que ela não ficasse esquizofrênica, ganhasse unidade e se distanciasse do padrão de fotografia na dramaturgia da TV, os oito profissionais se reuniram e criaram 10 regras de como fotografar a série.

Os fotógrafos da série foram Adrian Tejido, Lito Mendes da Rocha, Marcelo (Tintin) Trotta e Alexandre Ermel, nos drones.

Segue o vídeo apresentado pelo Fernando no debate.

banner2
Fonte O2 Filmes

Premiado Diretor de Fotografia e filmmaker que vive em Bauru, São Paulo Estudou cinema na New York Film Academy; AIC Academia Internacional de Cinema de São Paulo. Fez Direção de Fotografia de diversos Longas Metragens e Documentários que foram exibidos na TV e participaram em festivais nacionais como Festival de Brasilia, Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival de Gramado, É tudo Verdade e festivais internacionais como: Festival Internacional Fronteiras, Festival de Cinema Los Angeles, Festival Internacional Del Nuevo Cine Latino-Americano Havana/Cuba, Cineteca Nacional do México, Festival FILMAR (Genebra/ Suíça ), Festin em Lisboa/Portugal. Destaque para o filme "Fome" que entrou em cartaz em 2016 em 10 cidades em 7 estados.

10 COMENTÁRIOS

  1. Tudo muito legal, eu adorei a série! Agora, um ponto que não gostei e chegou a me incomodar foi mostrar sempre Brasília vazia, solitária. Mesmo quando eram dias 'normais' de trabalho. Estacionamentos e ruas completamente vazios. Brasília não é assim, Brasília tem gente e movimento; tem o caos de uma cidade grande. Brasília tem a Esplanada dos Ministérios, mas também tem a Rodoviária do Plano, tem turistas, tem gente pobre e diversificada, tem barulho e cor. Como leiga no assunto de fotografia e filmagens, posso até estar errada; mas foi algo que senti MUITA falta durante todo o seriado.

  2. Sou morador de Brasília e também senti isso ao ver a serie. A cidade sempre estava vazia. Mas depois de pesquisar um pouco na internet vi que grande parte das gravações foi realizada aos finais de semana. O resultado, foi aquele Brasília sem vida que a série apresentou.