[useful_banner_manager banners=2 count=1]
SIRsir é o nome do projeto eletrônico do Lucas Silveira, vocalista da Fresno.
Quando o Diretor Rafael Kent discutiu com o Lucas sobre o primeiro clipe de mais um projeto novo dele, do qual Kent curtiu bastante por sinal, disse a Lucas que queria poder usar o máximo que a canon pudesse lhe oferecer. Queria fazer um clipe style Beyonce, pode ser engraçado mas era a referência que ele buscava.

“Ao longo dos dias me deparei com a idéia do elevador assistindo ao clipe, pela vigésima vez, do supergrass, o moving, e tive a idéia dos elevadores. O Lucas gostou muito e deu a idéia do enredo, do psicopata que na verdade não passa de um cara estranho que leva as meninas pra uma balada louca.
Pedi pra minha produção, a Helen Ramos e a Mariana Betoni, para correrem atrás de locações com essa característica, e elas fizeram um trabalho genial. Entre as locações temos um dos primeiros e últimos elevadores totalmente manuais da OTIS na cidade de São Paulo, que fica num prédio comercial no centro, na rua 7 de abril, isso mesmo, no paraíso do mercado fotográfico(rs), depois em um também prédio comercial que fica na Av. Ipiranga. Tivemos também um achado maravilhoso que foi o elevador pneumático, que fica no restaurante Villa Tavola na rua 13 de maio, também em São Paulo (vale a pena comer lá também rs). E a locação final foi em uma garagem de carros que foi o ponto forte do clipe.”
Me informou o Rafael Kent.

Câmeras:
– Canon 5D mark II (ISO 640 a 1250)
– Canon T2i (Para as cenas em slow motion)

Lentes:
– Canon 17-40mm f4 L – usada a maior parte do tempo
– Canon 50mm f1.8
– Canon 70-200mm f2.8 L – usada em uma cena só

Acessórios:
Grua e Shoulder da HORIZON MOVIMENTOS
Steady cam da Merlin
Usou bastante trilhos
Iluminação:
Quase tudo luz ambiente. Kent visitou as locações dias antes e percebeu que ia segurar muito bem.

1 COMENTÁRIO