A produtora FITVIDEO, do Rio de Janeiro sempre utilizou as HDSLR para fazer seus vídes de casamento, mas no incio do ano quando publiquei alguns videos comparando a C100 com as HDSLR ficaram motivados a adquirir uma para a produtora e assim o fizeram. “A empolgação foi tanta que em Julho já estávamos com a nossa nova filha em mãos, e também com pouco tempo para estudar a câmera e se preparar para as novas produções que iriam ser realizadas com ela.
O primeiro aspecto que me impressionou foi a ergonomia e o tamanho da câmera, sendo um pouco maior que uma DSLR 5dmark III.

Quem pensa em migrar da DSLR para a C100 terá que entender mais sobre alguns recursos de câmeras de vídeo profissional. Estes não são nenhum bicho de sete cabeças, na verdade, são recursos intuitivos e de fácil acesso que só ajudam o cinegrafista na hora da filmagem, na verdade é tudo que você sempre sonhou que sua DLSR tivesse. Atalhos com MAGN. é um zoom 2x que você dar em quanto está gravando para auxiliar na focagem sem interferir na filmagem em si, e o legal que você pode definir em PB para melhorar o contraste e o foco ser mais preciso. O Peaking também é um ótimo assistente de foco, quando o assunto está em foco, fica com as bordas amareladas. Outro recurso muito legal mas que utilizo pouco é o ONE – SHOT AF. Ao usar este, você tem que habilitar a foco automático diretamente na lente, e ao pressionar o botão, demora-se e em média de 2 a 3 segundos buscando o foco e logo após se tem um resultado perfeito na focagem. Eu ainda prefiro utilizar o processo manual de focagem, mas em momentos que você não pode errar, sempre é bom usar este recurso.

A existência de Filtros internos que variam de 0, 2 stops, 4 e 6 stops, são excelente quando você deseja manter a profundidade de campo quando se filma em lugares com muita claridade.

O que me impressionou muito foi a alta capacidade de ISO e o baixo ruído, consegui fazer boas imagens utilizando ISO a 6.400.

Outro fator que fez com que a Canon C100 ganhasse mais a minha admiração foi a qualidade do áudio interno. Filmei com meu mini Microfone Shotgun Sennheiser Mke 400 conectado nela e tive uma experiência incrível em constatar na hora da edição, que o som é perfeito e limpo, bem diferente das HDSLRs. Você terá a opção de encaixar uma espécie de alça na parte superior da Canon c100 que já vem com o microfone embutido da câmera, e nesta você encontrará duas entradas de mic XLR.

Deixando o melhor para o final, o que mais me motivou em ter adquirido a C100 foi o DR! O alcance dinâmico da câmera é incrível, permite você errar muito mais e consertar na pós produção. Tem a possibilidade de gravar com a canon c log, que particularmente é a única que estou usando atualmente, permite você gravar com um alto alcance dinâmico e com uma cor muito neutra, o que permite uma ótima correção de cor na pós produção. E caso você tenha que filmar e entregar rápido o material, tem a opção de gravar em WDR, (Wide Dinamic Range) neste a imagem já vem pronta, mas mantendo o mesmo alcance dinâmico. Outra fator que está me motivando a abandonar de vez as DSLRs, são que os principais inimigos da DLSR ( rolling shuter e o moiré), são praticamente nulos nesta câmera. Nada de filmar o noivo de suaves listras e ficar com aquele ruído chato do moiré.

De Fato, a C100 é uma ótima camera que já me convenceu. Só não deixarei de utilizar totalmente as DSLR pois tive dificuldades de equilibrar a C100 no Glidecam 4000 e também ficou um pouco pesado de se utilizar, haja ante braço e bícpes. Penso em manter na produtora pelo menos uma unidade de DSLR, seja ela a 6D que já poussúimos, a nova 70D ou uma 5D mark III.

PRÓS:
– Excelente ergonomia e manuseio.
– Ótimas imagens em pouca luz.
– Imagem muito nítida e limpa a partir de sensor de 4K, que por diversas vezes ao dar o – stop na edição você consegue tirar uma foto perfeita, só seria melhor se pudesse ser maior que 1920 x 1080 px. ?
– Tem uma bateria de longa duração.
– Entradas XLR e um bom microfone interno.
– Filtros ND.
– Dupla gravação do cartão SD (para backup)
– Fácil acesso ao menu de configurações e atalhos durante a filmagem. ?
– Grande alcance dinâmico. ?
– Resposta de cor muito neutra com Canon C LOG
– Possibilidade de saída limpa via HDMI utlizando gravador externo. (Atomos ninja)

CONTRAS:
– Forte Compressão AVCHD. Aqui na produtora trabalhamos com as plataformas OSX MacPro e editamos com Adobe Premiere CS6, o Mac não reconhece o formato nativo devido ao codec AVCHD que vem diretamente da câmera. Na primeira edição eu não instalei o Data Import Utility que vem no kit da câmera pois no meu MAC foi possível importar os arquivos de vídeo através do IPHOTO. Mas na hora de editar, a imagem ficou travando, então tiver que converter todos os arquivos para editar em proxy.
Com esse problema, resolvi instalar o CD data import utility, o adobe Premiere passou a aceitar os arquivos perfeitamente, e passei a editar em tempo real, incluive em multi-câmera. Por tanto fica a dica, se comprar a C100 e se você utiliza o Premiere para editar faça o uso do CD de importação de arquivos que vem na C100.
– O Visor EVF, pode ser dizer, que é uma peça decorativa na câmera, mal cobre o seu olho e ao olhar por ele você visualiza uma imagem tão pequena que não serve nem para referência.
– O LCD poderia ser mais bem posicionado e ter mais ângulos de rotação, se você precisar colocar o tripé ou monopé muito no alto, e olhar de baixo para cima, você não terá a mesma facilidade que tem em uma 60D.
– Falta de modo 60p. Ela só faz 60 i. ” Afirma o diretor, cinegrafista e editor da FitVideo, Marcio Galiazzi.
bannerwsbh
Casamento do Victor Hugo e da Izabel em 09/08/2013, no Espaço La Martine no Rio de Janeiro:
Câmeras: Canon C100, 6D e 2 60D
Lentes : Canon 70 200mm 2.8, 50 mm 1.4,24-70 mm 2.8, Tokina 11 16 mm 2.8 e Rokinon (Samyang) 14 mm Cine Lens t 3.1, 85 mm 1.4 e 35 mm Cine Lens 1.5
Slider, Grua: GO FILMAKER e Glidecam HD 4000

Larissa 15 anos:
Câmeras: Canon C100, 6D e 60D
Lentes : Canon 70-200mm 2.8, 50 mm 1.4,24-70 mm 2.8, Tokina 11 16 mm 2.8 e Rokinon (Samyang) 14 mm Cine Lens t 3.1, 85 mm 1.4 e 35 mm Cine Lens 1.5
Slider, Grua: GO FILMAKER e Glidecam HD 4000

Bruna 15 anos:
Câmeras: Canon C100, 6D e 60D
Lentes : Canon 70-200mm 2.8, 50 mm 1.4,24-70 mm 2.8, Tokina 11 16 mm 2.8 e Rokinon (Samyang) 14 mm Cine Lens t 3.1, 85 mm 1.4 e 35 mm Cine Lens 1.5
Slider, Grua: GO FILMAKER e Glidecam HD 4000

6 COMENTÁRIOS