Retornando após um hiato de dois anos, a Mostra do Audiovisual Paulista chega à sua 22ª edição comprovando a intensa atividade audiovisual desenvolvida em São Paulo na atualidade.

Voltada à criação audiovisual no Estado de São Paulo, a Mostra do Audiovisual exibe anualmente trabalhos nos mais diversos formatos, contemplando os destaques da mais recente safra de filmes de curta metragem, videodocumentários, programas de televisão, videoclipes, publicidade, filmes super-8mm, videoanimações, vinhetas, interprogramas, videoficções, demos, 1minuto, videopoemas, websites etc.
Com um impressionante número de 298 obras programadas(todas realizadas por produtores paulistas), como também na rede de exibição reunida neste ano: dos 36 locais que compõem o circuito da Mostra, sete estão no interior do estado e nada menos do que 22 espaços localizam-se nas periferias da Grande São Paulo.

Significativa também é a presença de produções oriundas do interior paulista, com 34 trabalhos, provavelmente a maior representação reunida num festival de cinema dessa abrangência.

A Mostra do Audiovisual Paulista confirma ainda o acerto de seu pioneirismo, ao abarcar a totalidade dos formatos de imagem e entendê-los como formas igualmente importantes da expressão criativa de nossos criadores. São exibidos em 2010 filmes de curta e média metragem, documentários, programas e séries televisivas, animações, webséries, publicidades, videoclipes, vinhetas e episódios, demos, promos e making ofs de longa-metragens, além de performance musical e videoinstalações.

A programação inclui centenas de títulos recentes, vários deles inéditos, e uma merecida homenagem ao realizador Carlos Nader, cuja sofisticada filmografia, iniciada em 1992 e já apresentada em mais de 20 países, o coloca como um dos mais criativos nomes do audiovisual feito no Brasil.

Uma realização da Associação do Audiovisual, este evento integra o Fórum Nacional dos Organizadores de Eventos Audiovisuais Brasileiros – Fórum dos Festivais e seria inviável sem o patrocínio da Petrobras, através do exemplar e democrático edital dedicado a festivais de cinema, parte do Programa Petrobras Cultural. Assim como são fundamentais as parcerias junto à Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, IMESP – Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Museu da Imagem e do Som, da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, e Cinusp Paulo Emílio, da Universidade de São Paulo.

Data: 5 a 11 de dezembro
Categoria: não competitivo para produções paulistas de todos as durações e gêneros; participação mediante convite da organização
Locais de exibição: Cinemateca Brasileira, Museu da Imagem e Som, Cine Olido, Centro Cultural São Paulo, Cinusp Paulo Emílio, Matilha Cultural, Biblioteca Viriato Corrêa, Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso, CEU Água Azul, CEU Casa Blanca, CEU Feitiço da Vila, CEU Jaçanã, CEU Meninos, CEU Navegantes, CEU Paraisópolis, CEU Parque São Carlos, CEU Perus, CEU Quinta do Sol, CEU Sapopemba, CEU Três Lagos, CEU Uirapuru, CEU Vila Atlântica, Cineclube CinehabitArte, Cineclube Grajaú, Cine Eldorado, Cineclube Biblioteca Guimarães Rosa, Cineclube Carlos Pezzolo, Cineclube Consciência, Cineclube Estação Imagem, Cineclube Photogramas, SESC Araraquara, SESC Bauru, SESC São Carlos, SESC São José dos Campos, SESC Taubaté, Teatro Municipal de Santo André.
Programação: Geral, Curta SP, SP.Doc, Periferias, Foco Interior
Atividades paralelas: performances, debates, encontros
Responsável: Francisco Cesar Filho
Entidade promotora: Associação do Audiovisual

www.mostraaudiovisual.com.br