Antes de escrever sobre este filme quero falar de uma forma geral.
Uma das coisas que me perguntam mais na internet é qual a melhor câmera, qual a melhor lente, qual o melhor gravador de audio, etc, etc e engatada a esta pergunta vem a do preço.
Muitas pessoas se preocupam assim que sai uma nova câmera ou lente, saber se ela é melhor que a que tem e gastam horas e horas pesquisando e perguntando sobre essa “novidade”. Alguns até, como vejo em foruns mundo fora, entram praticamente em guerra com outros leitores por eles não partilharam da mesma opinião sobre essa ferramenta de trabalho, ex os fanboys da RED.
Ao contrário da fotografia, um filme/vídeo é sobretudo HISTÓRIA. Podemos ter a melhor imagem do mundo, mas se não tivermos uma história para contar ninguem aguentar ver, mesmo que seja 5 minutos. Por isso acho que muito boa gente deveria comprar um bom livro em vez de uma boa câmera.
É claro que pessoas como eu que fazem direção de fotografia, precisam sempre saber o que cada câmera, lente e acessório oferece, é essa até e a razão deste blog, mas nunca saberemos qual a melhor, so saberemos depois de conhecer o trabalho que é para fazer com ela. Temos exemplos disso com as DSLR da Canon sendo usadas em diversos filmes de Hollywood, elas foram usadas não por serem as melhores no geral mas por serem as que melhores se adaptavam as circunstâncias, exemplos disso temos o filme “Vingadores” onde foram usadas Canon 5D mark II e 7D, não pela sua extrema qualidade mas porque era uma cena de explosão e entre estragar 5 cameras de 1.500 dollars cada ou estragar 5 cameras de 100.000 dollars, mesmo para Hollywood, a primeira opção é sempre escolhida.

Este filme vem comprovar o que escrevi, se repararmos temos um canto de uma sala e uma atriz, zero movimentos de câmera, zero troca de lentes, zero alterações de plano, no entanto a história e curiosidade nos prendem. Todo o filme fica a cargo da genialidade do diretor, o argentino El Niño Rodriguez e da excelente interpretação da atriz Andrea Carballo, acho até este texto um excelente exercício para os atores pois nos passa todos os sentimentos.

Sinopse:
Uma fita gravada com mensagens foi encontrada dentro de uma secretária eletrônica usada. Através destas ligações conhecemos a incrível história de Enrique e Maria Teresa: uma mulher que espera receber a ligação de um homem que não a responde nunca. Dez anos depois, sobre esse áudio, completamente autêntico, está montado este curta-metragem.

“Ni Una sola Palabra de Amor” conquistou a crítica e foi elogiado pelo cineasta argentino Juan José Campanella, diretor do imperdivél “O Segredo dos Seus Olhos”, vencedor do Oscar de filme estrangeiro de 2010. Ele recorreu ao Twitter para comentar o trabalho de El Niño: “Que prazer poder ajudar a divulgar uma joia. Que boa ideia, que bem dirigido, que boa atriz”, disse.

Matéria do FANTÁSTICO sobre o filme

PREMIOS
MEJOR CORTO 3º Festival Sólo con Cámara de Fotos SCDFIII 2012
MIRADA DE ORO Corto ganador del 6º Festival Mirada en Cortos
PREMIO DE LA PRENSA 4º Festival Mirada Oeste
MEJOR FICCION XXVIII Concurso Nacional de Cine & Video Independiente- Cipolletti 2012
MEJOR FICCION Festival Latinoamericano de Cine de Rosario 2012
MEJOR ACTRIZ Festival Latinoamericano de Cine de Rosario 2012
MENCION MEJOR FICCION 2º FECI Festival de Cine de Ituzaingó
MENCION ESPECIAL 7º Festival Nacional de Cortometrajes Pizza Birra y Cortos
MENCION 13º Martil Film Festival- Marruecos
SELECCIONES
8º Festival Internacional de Cortos de Tapiales – Argentina
10 mejores cortos del 2011- La Nave de Los Sueños/ Biblioteca Nacional Argentina
Muestra de Cine las Varillas — Argentina
2º Festival Internacional de Cine Independiente de Cosquín – Argentina
7º FESAALP- Festival de Cine Latinoamericano de La Plata- Argentina
10º Festival Nacional de Cine y Video Independiente, Escobar – Argentina
1º Festival de Cine latinoamericano de Universidad Nacional de San Martín- Argentina
Festival Nacional De Cortos San Pedro – Argentina
Festival de Cortos de humor, Maipu Cortos – Argentina
2ª FLAVIA Festival Latinoamericano de Video Arte – Argentina
Salento Finibus Terrae — Filmfestival Internazionale Cortometraggio- Italia
15ª Edición del Festival de Cortometrajes de Bruselas- Belgica
12º Festival de Cine a la Calle de Barranquilla – Colombia
Festival de Cine y Vino — España
Mercado Internacional De Cine de Guadalajara – Méjico
16º Fam Florianópolis Audiovisual Mercosur – Brasil
1º Argentine FIlm Festival Australia NZ- Australia
Muestra de Cine y Teatro Argentino en Argentino de Dortmund – Alemania
La Pedrera Short Film Festival – Uruguay
Tenerife Short Film Fest- España
Muestra de Cine Argentino en Porto Alegre- Brasil

FICHA TECNICA

María Teresa: Andrea Carballo
Dirección: El Niño Rodriguez
Producción: Rafael Di Veroli – Flavia Lopez Foco
Cámara y luces: Rafael Di Veroli – Laureano Rizzo
Montaje: Laureano Rizzo
Vestuario: Flavia Lopez Foco
Maquillaje: Joy Blanco
Peinado: Romina Sarlinga
Títulos: Rafael Di veroli
Santiago Barrios: Encuentra audio originall
Mariano Germán Flores: Edición de audio
Gracias: Las Oreiro, Guillermo Lopez, Santi Calori, Roberto y Rosita Rizzo

Camera: Canon 5D

Filme com legendas em português:

1 COMENTÁRIO