A Petrobrás e o Kinoforum apresentam a 21ª edição do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, de 19 a 27 de agosto.

A principal mensagem do festival é “um convite para conhecer o novo”. São 9 salas exibindo programação gratuita com produções vindas dos quatro cantos do planeta, num amplo painel com mais de 400 filmes. É tamanha a diversidade de temas, propostas, reflexões e transgressões de gênero, que estas pequenas obras de arte carregam a absoluta competência de agradar aos mais exigentes dos públicos.

Salas de Exibição:

Cinemateca Brasileira, CineSESC, Centro Cultural São Paulo, Museu da Imagem e do Som, Espaço Unibanco Augusta, Cine Olido, Cinusp e Cineclube Grajaú.

Filmes selecionados:

Veja na listagem abaixo quais foram os curtas-metragens selecionados para compor o 21º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo – Curta Kinoforum, de acordo com a seguinte separação: Programas Brasileiros (divididos em Mostra Brasil, Panorama Paulista, KinoOikos Formação do Olhar, e Cinema em Cursos),  Programas Especiais (Semana da Crítica, Dark Side, Curtas e Boas, Cachaça Cinema Clube, 40 Anos de Tampere, Documentários Animados, Sapporo Short Film Festival, Aires Argentinos, Imagens Narrativas, Arte na Tela, Retrato de Artista, Fucking Different, Curta o Sexo), Mostra Internacional e Mostra Latino-americana.

PROGRAMAS BRASILEIROS

MOSTRA BRASIL

A NOITE POR TESTEMUNHA, de Bruno Torres (DF)

AMIGOS BIZARROS DO RICARDINHO, de Augusto Canani (RS)

AO ANOITECER, O BOSQUE JÁ MURMURA, de Eva Randolph (RJ)

AURORA, de Miguel Antunes Ramos e Marcos Vinicius Yoshisaki (SP)

AVE MARIA OU MÃE DOS SERTANEJOS, de Camilo Cavalcante (PE)

AVÓS, de Michael Wahrmann (SP)

AZUL, de Eric Laurence (PE)

ÁGUA VIVA, de Raul Maciel (RJ)

BABÁS, de Consuelo Lins (RJ)

BAILÃO, de Marcelo Caetano (SP)

BALANÇOS E MILKSHAKES, de Fernando Mendes, Erick Ricco (MG)

BELAS ADORMECIDAS, de Erika Fromm (SP)

CARRETO, de Marília Hughes, Cláudio Marques (BA)

CINEMA, de Eder Santos Jr. (MG)

CRU, de Fabio Allon dos Santos (PR)

DIAS DE GREVE, de Adirley Queirós (DF)

DOIS MUNDOS, de Thereza Jessouroun (RJ)

DUELO ANTES DA NOITE, de Alice Furtado (RJ)

E NADA MAIS RECLAMO, de Felipe Pereira Barros (AL)

ENSAIO DE CINEMA, de Allan Ribeiro (RJ)

ESTES, de Torquato Joel (PB)

EU NÃO QUERO VOLTAR SOZINHO, de Daniel Ribeiro (SP)

FAÇO DE MIM O QUE QUERO, de Sergio Oliveira e Petronio Lorena (PE)

FANTASMAS, de André Novais (MG)

FLASH HAPPY SOCIETY, de Guto Parente (CE)

GAVETA, de Richard Tavares (RS)

HANDEBOL, de Anita Rocha da Silveira (RJ)

HARUO OHARA, de Rodrigo Grota (PR)

HOMEM-BOMBA, de Tarcisio Lara Puiati (RJ)

IZAMARA, de Diogo Hayashi (SP)

JANELA MOLHADA, de Marcos Enrique Lopes (PE)

LEMBRANÇA, de Mauricio Osaki (SP)

LEMBRO-ME AINDA DE QUANDO COMÍAMOS PÃO DE MEL TODA MANHÃ MAS HOJE ACORDEI DE RESSACA, de João Toledo (MG)

MAGNÍFICA DESOLAÇÃO, de Fernando Coimbra (SP)

MAR EXÍLIO, de Eduardo Morotó (RJ)

MATRYOSHKA, de Salomão Santana (CE)

MÃOS DE OUTUBRO, de Vitor Souza Lima (PA)

MUSA DIVINORUM, de Carlos Nogueira (SP)

NÃO ME DEIXE EM CASA, de Daniel Aragão (PE)

NINJAS, de Dennison Ramalho (SP)

NO BALANÇO DE KELLY, de André Weller (RJ)

O PRÍNCIPE ENCANTADO, de Sérgio Machado e Fátima Toledo (SP)

O SARCÓFAGO, de Daniel Lisboa (BA)

O SOM DO TEMPO, de Petrus Cariry (CE)

POÉTICA, de Sidney Schroeder (RJ)

PROJETO SILÊNCIO, de Bruno Caticha (SP)

RECIFE FRIO, de Kleber Mendonça Filho (PE)

SEBO, de Lucas Cassales e Alexandre Kumpinski (RS)

SOBRE DISTÂNCIAS E INCÔMODOS E ALGUMA TRISTEZA, de Alberto Bitar (PA)

SWEET KAROLYNNE, de Ana Bárbara Ramos (PB)

TEMPESTADE, de César Cabral (SP)

UM RIO ENTRE NÓS, de Sergio Andrade (AM)

VELA AO CRUCIFICADO, de Frederico Machado (MA)

VENTO, de Marcio Salem (SP)

PANORAMA PAULISTA

7 VOLTAS, de Rogerio Nunes

A CIDADE E O DESEJO Nº 5, de Gabriel Bitar

A VISITA, de Thais Fujinaga

AMADORES, de Tuca Paoli

AS VERDADES TEMPORÁRIAS, de Eduardo Kishimoto

AVISA QUE AMANHÃ JÁ NEM EXISTE, de Ivan Morales Jr.

BORBOLETAS INDÔMITAS, de Daniel Chaia

CAOS, de Fábio Baldo

CET ÉTÉ, de Marco Wey

CRÔNICA DE MENTE, de Clemie Blaud

DAS FACES E DAS SOMBRAS, de Vebis Jr

DONA MILITANA, A ROMANCEIRA DOS OITEIROS, de Hermes Leal

ESSA NÃO É A HISTÓRIA DE GREGOR SAMSA, de Thiago Luciano

ESTAÇÃO, de Marcia Faria

INTERAÇÃO, de Pedro Morelli, Hassan Oliveira

JARDIM BELELÉU, de Ari Candido Fernandes

NAIÁ E A LUA, de Leandro Tadashi

NALU, de Stefano Capuzzi Lapietra

NÃO, JOÃO!, de Mauricio Hirata Filho e Renato Nery

O GUARDADO, de Marcelo Felipe Sampaio e Paulo Alvarenga

O PLANTADOR DE QUIABOS, de Coletivo Santa Madeira

OBRA PRIMA, de Thiago Faelli e Andréa Midori Simão

OS ANJOS DO MEIO DA PRAÇA, de Camila Carrossine e Alê Camargo

OS OLHOS NÃO TÊM CERCA, de Direção Coletiva

PRECIOSA, de Eliane Coster

REC PAUSE, de Bruno Carneiro

REENCONTRO, de Fabio Lupo

SÃO PAULO RAILWAY, de Marcelo Muller

VERÃO, de Hiro Ishikawa e Thiago Pedroso

VISITA À ALDEIA GUARANI, de Chico Guariba


CINEMA EM CURSO

A HISTÓRIA DE ÂNGELO, de Diogo Cronemberger, ECA-USP (SP)

CERIMÔNIA, de Francine Barbosa, Anhembi-Morumbi (SP)

CIRCUITO INTERNO, de Júlio Martí, FAAP (SP)

DEO, de Suzana Altero Bispo, UFSCAR (SP)

DIREITA É A MÃO QUE VOCÊ ESCREVE, de Paula de Castro Santos, PUC-RJ (RJ)

FÁCIL, de Gabriel Jubé, UNICAMP (SP)

FEIJÃO COM ARROZ, de Daniela Marinho, UnB (DF)

INTERVALO, de Alexandre Rafael Garcia, CineTV-PR (Paraná)

LACARMÉLIO, de Carlos Henrique Rosc e Ana Carolina Soares, UNA (MG)

LIQUIDIFICADOR, de Gabriel Tye, Morgana Duque, SENAC (SP)

LOADING 66%, de Henrique Duarte, UFSCar (SP)

MAMILOS, de Raul Arthuso, ECA-USP (SP)

NO NOEL, de Sabrina Greve, FAAP (SP)

NOITE QUENTE, de J.C. Oliveira, UFF (RJ)

O CONTROLE DOS ZUMBIS, de Gabriel Andrade, FAAP (SP)

O CORAÇÃO ÀS VEZES PARA DE BATER, de Maria Camargo, PUC-RJ (RJ)

O GATO PRETO, de Karina Alvarenga, UFSCar (SP)

O PARAÍSO EM SUAS MÃOS, de Carolina Ghidetti, Anhembi-Morumbi (SP)

O ÚLTIMO DIA, de Christopher Faust, CineTV PR (Paraná)

O MURO, de Diego Florentino, CineTV-PR (Paraná)

PEQUENINA, de Naná Baptista, Unisinos (RS)

POLIAMOR, de José Agripino, SENAC-SP (SP)

QUEBRA CORRENTE, de Luciano Oliveira, Anhembi-Morumbi (SP)

SOFÁ VERDE, de Arno Schuh e Lucas Cassales, PUC-RS (RS)

TANTO, de Nataly Callai, Unisul (SC)

UM PAR, de Lara Lima, FAAP (SP)

KINOOIKOS FORMAÇÃO DO OLHAR

3XALCIDA TORRES, Paula Kimo  –  Oficina de Imagem Comunicação e Educação (MG)
A CASA DAS PIMENTEIRAS, Andrezza Rabelo – Praga Conexões – Oficinas Vídeo-Interatividade do Cinema para Todos (RJ)
À FELICIDADE, Carlos Nigro – Oficina de Realização Cinematográfica Curta Em Curso (PE)
A VERDADEIRA HISTORIA DE MACULELÊ, Almir Meireles do Nascimento  (SP)
ANAS, FRANCISCAS E MARIAS,  – RAYLKA FRANKLIN, Cintya Rafaella – Fábrica de Imagens- Ações Educativas em Cidadania e Gênero (CE)
BIN LADEN, Edmar Pereira da Cruz – Favela é isso aí (MG)
BREACK BEAT, Coletivo Dinamite – Associação Imagem Comunitária (MG)
BULLING, Warlla Christye – Telinha de cinema (TO)
CARLOS,  Mariana Dornelas, Udilima Oliveira –  CIPÓ – Comunicação Interativa (BA)
CASA DE LIRISMO, Thomas Freitas –  (PB)
DE VELHA BASTA EU, Victor Luiz dos Santos – Oficinas Quero – (SP)
EMILY, Paloma Silva Santos – Instituto Acaia – (SP)
ETÊ MAC STEEL, Arlindo de Almeida Junior -Sat5 Cena e Take 1 Ltda– (SP)
IDENTIDADE, Roberto Domicio  –  JAMAC CINEMA DIGITAL  (SP)
KRÉ, Francele Cocco – Oficina de vídeo TV –ovo (RS)
LAPADA SECA, Quilombo Castainho – Macunaíma colorau (PE)
MOKOSSUY, Jaco Galdino Galdino – Movimento Cultural Arte manha(BA)
MORADIA, Gilson Peres, Dalva Maria de Oliveira, José Silva – Ponto de Cultura Moarte (SP)
NEGROS DO GANHO, Tissiana Carvalhêdo (MA)
NO ELEVADOR, Lúcia Pego dos Santos, Willian Coutinho Duarte, Marta Pego dos Santos – Projeto Olho Vivo (PR)
NOME, IDADE, PROFISSÃO E ONDE MORA, Viviane Vieira – Associação Artística Saudáveis Subversivos (AL)
NÓS E A CIDADE, Ariel Ortega, Jorge Morinico, Germano Beñites – Video nas aldeias (RS)
O CAMINHO DO DINHEIRO, Márcio Moreno – (SP)
O PRIMITIVO, CINEMA BÁSICO – Cinema Nosso (RJ)
OI’O – LUTA DOS MENINOS, CAIMI WAIASSE XAVANTE –ORGANIZAÇAO NOSSA TRIBO (SP)
OS OLHOS NÃO TÊM CERCA, Direção Coletiva  – Kinoarte – Instituto de Cinema e Vídeo de Londrina (SP)
PIXOTE 30 ANOS Depois… , Marcelo Felipe Sampaio – parceria ponto de cultura comunidade audiovisual diadema (SP)
QUAL CENTRO?, Evandro César dos Santos – Nossa Tela (SP)
QUE FEIRA É ESSA?, Coletivo Coletivo – Tela BR (SP)
REPOUSO NO CORAÇÃO INIMIGO, Tiago Grijo, Cristiano Furtado – Cinemaneiro (RJ)
SERRINHA, Felipe Gonçalves Marinho – Spectaculu – Escola de Arte e Tecnologia (RJ)
SINTONIA, Coletivo Coletivo – Tela BR  (SP)
TEM GENTE!, EVANDRO BERLESI, Rodrigo Castelhano – Alvoroço filmes (RS)
TODOS SÃO FRANCISCO, Charliane Oliveira – (CE)
UM DIA DE PESCA, Outro do Pescador, Carlos Magno Nunes – Observatorio Ambiental Humano mar (RJ)
UM FIO DE ESPERANÇA, Alunos do Projeto Ima.Doc – Projeto Ima.Doc (ES)

PROGRAMAS ESPECIAIS

SEMANA DA CRÍTICA
A DISTRAÇÃO DE IVAN, de Cavi Borges, Gustavo Melo (Brasil)

BERIK, de Daniel Joseph Borgman (Dinamarca)

MAIS PROFUNDO DO QUE ONTEM, de Ariel Kleiman (Austrália)

O MENINO QUE QUERIA SER LEÃO, de Alois Di Leo (Inglaterra)

VASCO, de Sébastien Laudenbach (França)

DARK SIDE

COISAS QUE DEIXAMOS PARA TRÁS, de Andrew Brand (Inglaterra)

GLOSSOLALIA, de Gabriel Honzik (Brasil)

MALDITA, de Claudia Dreyer (Brasil)

NINJAS, de Dennison Ramalho (Brasil)

ÚLTIMOS PASSAGEIROS, de Ricardo Soto (México)

CURTAS E BOAS

_CINZA, de Robert Seidel (Alemanha)

A JANGADA, de Jan Thüring (Alemanha)

A MENSAGEM, de Raimund Krumme (Alemanha)

A RAINHA DO REMENDO, de Lars Henkel (Alemanha)

ANNIE & BOO, de Johannes Weiland (Alemanha)

BRANCO, de Florian Grolig (Alemanha)

BROTINHO, de Anne Breymann (Alemanha)

CADÊ O FRANK?, de Angela Jedek (Alemanha)

CARTÃO POSTAL, de Anna Matysik (Alemanha)

CYBER, de Stefan Eling (Alemanha)

DELIVERY, de Till Nowak (Alemanha)

DIÁRIO DE UM AMOR PERFEITO, de Sebastian Peterson (Alemanha)

DOENTE DE AMOR, de Spela Cadez (Alemanha)

DOMINGO 1, de Jochen Kuhn (Alemanha)

EGO SUM ALPHA ET OMEGA, de Jan-Peter Meier (Alemanha)

EU VI, de Hanna Nordholt, Fritz Steingrobe (Alemanha)

FACES, de Vuk Jevremovic (Alemanha)

IMPONDO LIMITES, de Hyekung Jung (Alemanha)

JAM SESSION, de Izabela Plucinska (Alemanha)

JANELA COM VISTA, de Vera Lalyko (Alemanha)

JANELA DE IMAGEM/IMAGENS DE JANELA, de Bert Gottschalk (Alemanha)

MORRER DE AMOR, de Gil Alkabetz (Alemanha)

MULHER SOB O GELO, de Alla Churikova (Alemanha)

NOSSO HOMEM EM NIRVANA, de Jan Koester (Alemanha)

O CASTIGO DE DEUS, de Claudia Zoller (Alemanha)

O CICLOPE MODERNO, de Daniel Nocke (Alemanha)

O RAQUÍTICO, de Andreas Hykade (Alemanha)

PELE DE ASNO, de Anja Struck (Alemanha)

QUEDA, de Peter Kaboth (Alemanha)

QUERCUS, de Vuk Jevremovic (Alemanha)

RECENTEMENTE 2, de Jochen Kuhn (Alemanha)

RING OF FIRE, de Andreas Hykade (Alemanha)

SEM LUGAR PARA GEROLD, de Daniel Nocke (Alemanha)

SOFÁ, de Hyekung Jung (Alemanha)

SR.. SCHWARTZ, SR. HAZEN & SR. HORLOCKER, de Stefan Müller (Alemanha)

TREM-FANTASMA, de Tine Kluth (Alemanha)

TRÊS GRAÇAS, de Hanna Nordholt, Fritz Steingrobe (Alemanha)

MOSTRA INFANTO-JUVENIL

A MENINA DO MAR, de Mauro D`Addio (Brasil)

ASSOBIONÃO, de Siri Melchior (Dinamarca)

BETOVA – O ANO DA CACHORRA, de Alan Langdon (Brasil)

EU QUERIA SER UM MONSTRO, de Marcelo Marão (Brasil)

GAROTO BARBA, de Christopher Faust Pereira (Brasil)

IRMÃO BENOIT, de Michel Dufourd (Suíça)

LUZ AZUL, de Osiris Luciano (México)

MARGARITA, de Alex Cervantes (Espanha)

MEMÓRIA DE ELEFANTE, de Denise Moraes (Brasil)

MOBILE, de Verena Fels (Alemanha)

NAIÁ E A LUA, de Leandro Tadashi (Brasil)

PIERRE E O DRAGÃO ESPINAFRE, de Helene Tragesser (Alemanha)

SEMEANDO SONHOS, de Pierre-Antoine Carpentier (França)

VAI DAR SAMBA, de Humberto Avelar (Brasil)

CACHAÇA CINEMA CLUBE

A BELA P… (Estômago), de João Marcos de Almeida (Brasil)

A CURVA, de Salomão Santana (Brasil)

ÉTERNAU, de Gustavo Jahn (Brasil)

IMPRESCINDÍVEIS, de CARLOSMAGNO (Brasil)

O PORTO DE SANTOS, de Aloysio Raulino (Brasil)

40 ANOS DE TAMPERE

ALÉM DA CERCA, de Hamy Ramezan (Finlândia)

CAVALINHO, de Sara Wahl (Finlândia)

COLHEITA, de Sami Korjus (Finlândia)

DESCARTES, de Sami van Ingen (Finlândia)

ENTRE SONHOS, de Iris Olson (Finlândia)

HANASAARI A, de Hannes Vartiainen, Pekka Veikkolainen (Finlândia)

MÃOS SANGRENTAS, de Malakias (Finlândia)

VIIKKO ENNEN VAPPUA, de HAMY RAMEZAN (Finlândia)


DOCUMENTÁRIOS ANIMADOS

CONTO DE BAIRRO, de Florence Miailhe (França)

DOSSIÊ RÊ BORDOSA, de Cesar Cabral (Brasil)

MADAGASCAR, DIÁRIO DE VIAGEM, de Bastien Dubois (França)

RYAN, de Chris Landreth (Canadá)

TUSSILAGU, de Jonas Odell (Suécia)

SAPPORO SHORT FILM FESTIVAL

A MULHER QUE FAZ A TERRA PULSAR, de Tsuki Inoue (Japão)

ISHI NO OTO, de Makoto Kinoshita (Japão)

KUDAN, de Taku Kimura (Japão)

NA RODA GIGANTE ÀS 15H03MIN15, de Hyroyuki Nakano (Japão)

QUANDO EU EMUDECER, de Hyoe Yamamoto (Japão)

AIRES ARGENTINOS

50 ANOS NA LUA, de Mariano Santilli (Argentina)

AMOR AUTO-ADESIVO, de Leticia Cristoph, Pablo Barbieri (Argentina)

O AMIGO, de Leonardo Favio (Argentina)

O EMPREGO, de Santiago ‘Bou’ Grasso (Argentina)

O PASSEIO, de Pablo Barbieri (Argentina)

PEDALANDO RUMO AO SOL, de Grupo Humus (Argentina)

TOURO VERDE, de Laura Duran (Argentina)

IMAGENS NARRATIVAS

ALONGAMENTO, de François Vogel (França)

CAMPOS VIAJANTES, de Inger Lise Hansen (Noruega)

ENTALHE, de Anja Breien (Noruega)

ÊXODO, de Almagul Menlibayeva (Cazaquistão)

INTERSTÍCIOS, de Michel Pavlou (Grécia)

MAGIA, de Gerard Cairaschi (França)

QUARTA-FEIRA DUAS DA MANHÃ, de Lewis Klahr (EUA)


ARTE NA TELA

CASA DE MÁQUINAS, de Daniel Herthel, Maria Leite (Brasil)

DEFICIÊNCIA TELEVISUAL, de Carlos Nader (Brasil)

LES TERRA´S DI NADIE, de César Meneghetti (Brasil)

MAMÃE EU FIZ UM SUPER 8 NAS CALÇAS, de Carlos Zilio (Brasil)

O SOM, OU TRATADO DE HARMONIA, de Arthur Omar (Brasil)

OTTO, de Lucas Bambozzi & Cao Guimarães (Brasil)

PROJETO APOLLO, de Eder Santos (Brasil)

PROJETO VERMELHO, de Luiz Roque (Brasil)

TRIANGULUM, de Gustavo Jahn, Melissa Dullius (Alemanha)

WILD LIFE, de wagner morales (Brasil)


RETRATO DE ARTISTA

AS AVENTURAS DE PAULO BRUSCKY, de Gabriel Mascaro (Brasil)

ÁUREA, de Zeca Ferreira (Brasil)

P.W.- PINCÉIS E PAINÉIS, de VIVIAN OSTROVSKY (Brasil)

SE MEU PAI FOSSE DE PEDRA, de Maria Camargo (Brasil)


FUCKING DIFFERENT

FUCKING DIFFERENT SÃO PAULO, de Joana Galvão, Monica Palazzo, Max Julien, Ricky Mastro, René Guerra, Silvia Lourenço, Sabrina Greve, Rodrigo Diaz Diaz, Gustavo Vinagre, Herman Barck e Luciana Lemos.


CURTA O SEXO

A MULHER DO ATIRADOR DE FACAS, de Nilson Villas Boas (Brasil)

AMASSA QUE ELAS GOSTAM, de Fernando Coster (Brasil)

O CADERNO ROSA DE LORI LAMBY, de Sung Sfai (Brasil)

RUÍDO DE PASSOS, de Denise Gonçalves (Brasil)

SALIVA, de Esmir Filho (Brasil)


MOSTRA INTERNACIONAL

41, de Massimo Cappelli (Itália)

7.57 AM-PM, de Simon Lelouch (França)

A DELICADA ARTE DO CACETETE, de Jean-Gabriel Périot (França)

A ESPINHA, de Chris Landreth (Canadá)

A GAIOLA, de Adrian Sitaru (Romênia)

A HERANÇA, de Shai Miedzinski (Israel)

A METÁFORA DA MANDIOCA, de Lionel Meta (França)

A PONTE, de Philipp Wolter (EUA)

ALLONS-Y! ALONZO!, de Camille moulin-dupré (França)

ALONGAMENTO, de François Vogel (França)

ANGUSTIA, de Sebastian Harrer (Alemanha)

AR, de Javier Loarte (Espanha)

ATLANTIQUES, de Mati Diop (França)

BEIJOS E SUSSURROS, de Hannaleena Hauru (Finlândia)

BELFAST TRIO, de Redmond Entwistle (Inglaterra)

CASCA DE TANGERINA, de Anna McGrath (Austrália)

CASULO, de Till Kleinert (Alemanha)

CHARLIE E O COELHO, de Robert Machoian, Rodrigo Ojeda-Beck (EUA)

COMO ENGOLIR UM SAPO, de Jurgis Krasons (Letônia)

COMPULSÕES, de Jose Manuel Carrasco (Espanha)

CONFIE EM MIM, de Nazli Elif Durlu (Turquia)

CONVERSATION PIECE, de Joe Tunmer (Inglaterra)

CUIDADO COM ESSA BESTA, de Jason Stutter (Nova Zelândia)

DE UMA MARGEM A OUTRA, de Maxim Desmond (Canadá)

DERBI, de Paul Negoescu (Romênia)

DIGA-ME QUE EU, de Mateo Gil (Espanha)

ESPELHO, de Joachim Ladefoged (Dinamarca)

ESQUERDA DIREITA, de Stavros Raptis, Argiris Germanidis (Grécia)

EU SOU SIMON, de Tünde Molnár (Hungria)

FILHAS, de Chloé Zhao (China)

FIM DE TEMPORADA, de Irene Ledermann (Suíça)

FORA DO REBANHO, de Matteo Gariglio (Suíça)

HISTÓRIA DE CÃO, de Serge Avédikian (França)

HOMEM FURIOSO, de Anita Killi (Noruega)

I LOVE LUCI, de Colin Kennedy (Escócia)

INCIDENTE NO BANCO, de Ruben Östlund (Suécia)

JADE, de Daniel Elliott (Inglaterra)

MARISA, de Nacho Vigalondo (Espanha)

MOSCA NO CÉU, de VERA NEUBAUER (Inglaterra)

MÚSICA NO SANGUE, de Alexandru Mavrodineanu (Romênia)

NÃO-FILME EM TRÊS ATOS E UM PRELÚDIO, de Rita Macedo (Alemanha)

O BANHO DE MICKY, de Frida Kempff (Suécia)

O CARTÃO POSTAL, de Stefan Le Lay (França)

O CINEMATÓGRAFO, de Tomek Bagi?ski (Polônia)

O HOMEM DE SEIS E CINQUENTA, de Mark Albiston (Nova Zelândia)

O MOINHO, de David Freyne (Irlanda)

O SHAMISEN DE JUNKO, de Solomon Friedman (Canadá)

OLEG, de Jaan Toomik (Estônia)

PASSEIO DE BICICLETA, de Bernard Attal (EUA)

PEQUENA ANATOMIA DA IMAGEM, de Olivier Smolders (Bélgica)

PEQUENO ANIMAL DA NEVE, de Miia Tervo (Finlândia)

PÔR-DO-SOL NO TELHADO, de Marinus Groothof (Sérvia e Montenegro)

PRIMEIROS SOCORROS, de Yarden Karmin (Israel)

PROVA DE MATEMÁTICA, de Yumi Jung (Coreia do Sul)

REBELLO, de Chetan Raghuram (Filipinas)

RETRATO DE FAMÍLIA, de Joseph Pierce (Inglaterra)

SALTO MORTAL, de Arne Toonen (Holanda)

SIBERIA, de Andrew Taylor (Austrália)

SOU EU, HELMUT, de Nicolas Steiner (Alemanha)

SOUVENIRS, de Andy Pearson (Inglaterra)

TERRITÓRIOS, de Mónica Baptista (Portugal)

THOMAS, de Alex Winckler (Inglaterra)

TRÊS HORAS, de Annarita Zambrano (Itália)

TUDO CHEGA AO FIM, de Shahram Mirab Aghdam (Irã)

UMA CRIANÇA SILENCIOSA, de Jesper Klevenas (Suécia)

UMA PERMANENTE, de Ran-hee LEE (Coreia do Sul)

VERÔNICA, de Ricardo Oliveira, António Gonçalves (Portugal)

VLOG, de Mor Kaplansky, Yariv Barel (Israel)

VOCÊ E EU, de Karsten Krause (Alemanha)

VOVÓ SE FOI, de Tomasz Jurkiewicz (Polônia)

ZEITRISS, de Quimu Casalprim i Suárez (Alemanha)

MOSTRA LATINO AMERICANA

20 AÑOS, Bárbaro Joel Ortiz (Cuba)

ALIJUNA, Cristina Escoda (Colômbia)

AMBIENTE FAMILIAR, Carlos Leiva (Chile)

ANDREA, Alicia Segovia (México)

ANTES DEL DESIERTO, Christian Diaz (México)

BRAZALETES, Nestor Pérez, Cristobal Soberá (Chile)

CAMINO DE CINTURA, Néstor Mazzini (Argentina)

CYNTHIA TODAVÍA TIENE LAS LLAVES, Gonzalo Tobal (Argentina)

DORSAL, Pablo Delgado (México)

EL ARTE DE LA FUGA DE FRAY SERVANDO, René Castillo (México)

EL COMETA DEL CENTENARIO, René Castillo (México)

EL MONSTRUO, Rafael Antonaccio (Uruguai)

EL PARAÍSO DE LILI, Melina Leon (Peru)

EL PRIMER ATAQUE AEREONAVAL, René Castillo (México)

ENTERPRISSE, Mauricio Quiroga (Bolíívia/Argentina)

FUSILARON A LA VIRGEN, Luis Téllez (México)

LA BANDERA DE FLORA RUSSELL, Rita Basulto (México)

LA MARCA DEL ZORRO, Luis Téllez (México)

LA MUJER QUE USABA ESPARCIDAS LAS ONDAS DEL PELO, Julieta Amalric (Argentina)

LA VIDA Y OBRA DE EMILIANO VILLAFUENTE, Luis Salas (Costa Rica)

LAS PELOTAS, Christian Niemeyer (Argentina)

LOS COLGADOS Y FRANCISCO GOITIA, Karla Castañeda (México)

LOS MINUTOS, LAS HORAS, Janaína Marquez (Cuba)

LUNA, Raúl Cárdenas, Rafael Cárdenas (México)

LUPANO LEYVA, Felipe Goméz (México)

MAÑANA LUNES, Agustín Banchero (Uruguai)

MAYA, Pedro Pío Martín Pérez (Cuba)

MIÉRCOLES 8 / MARTES 7, Edison Cájas (Chile)

MINIMERCADO CHAMPION, Florencia Percia (Argentina)

MUSICA PARA UN FILM PERDIDO, Luciano Zubillaga (Venezuela)

NO ES MUCHO LO QUE HEREDAMOS DE NUESTRO ABUELO, Fernando Dominguez (Argentina)

NO ME AMA, Martín Piroyansky (Argentina)

ROSA, Monica Lairana (Argentina)

SE PROHÍBE VOLAR PAPALOTES, Karla Castañeda (México)

SI MANEJA DE NOCHE PROCURE IR ACOMPAÑADO, Isabel Muñoz (México)

VIDEO JUEGO, Dominga Sotomayor (Chile)

1 COMENTÁRIO