posters
(Alguns dos filme editados no Lightworks)
O que estes filmes tem em comum: O lobo de wall street, Bastardos Inglórios, Kill Bill, Gangues de Nova York, Moulin Rouge, Beleza Americana, Os Infiltrados,Hugo, Plup Fiction , The Truman Show , Shutter Island.
Todos foram editados no Lightworks, um dos programas mais usados em Hollywood e muito pouco conhecido fora de lá. Todos os filmes de Martin Scorsese e grande parte dos de Quentin Tarantino são editados neste programa.
O Lightworks é no momento o programa de edição mais barato do mercado ficando por $279.99 -20 USD que o Final cut X, tambem pode ser assinado anualmente por $79.99 ou mensal $7.99 para windows ou linux, a versão mac por ser beta é gratis. No link a baixo pode baixar as versoes gratis, beta e gratis por 30 dias
Para download use este link  a versão 12 só está disponível para Mac.

LWforMac
O Lightworks é um programa antigo, existe desde 1989 penso antes mesmo da AVID e é o único programa que trabalha nas 3 plataformas , Windows, Linux e finalmente é anunciada a versão para MAC.

Segundo o fabricante esta versão é o programa de edição não linear mais rápido do mercado.
Um dos problemas que fez com que este programa não ficasse conhecido foi a contante venda do programa, a ultima e que tem dado certo foi feita em 2009 para a EditShare
Alem do software eles vendem tambem o teclado Lightworks Keyboard por $145 e a Lightworks Console (bem cara) $2,800 que pode ver na imagem a baixo.
editshare2sml_Realtime_FX

Algumas informações do que há de novo na versão 12:
– Nova estrutura gerenciadora de conteúdos
– Bins e Groups (antigos racks) agora são todos visíveis dentro do gerenciador de conteúdo
– Multicam Bins (antiga Sync groups) estão visíveis dentro do gerenciador de conteúdo
– A função de Busca foi incorporada ao gerenciador de conteúdo
– Adicionados Clips, Subclips, Prints, Syncs, Edits ,Buscas, filtros “todos” e “recentes” na gerente de conteúdos
– Possibilidade de criar filtros com base em critérios de pesquisa
– Possibilidade de arrastar e soltar os arquivos do Finder diretamente para o bin aberto
– Importação diretamente para um bin existente
– Suporte para exportação em QuickTime Apple ProRes

Como iniciar com o Lightworks

Fazer um projeto:

Edição básica:

28 COMENTÁRIOS

  1. Olá pessoal!

    Sou aqui e no Lightworks também.

    Acabo de editar um primeiro trabalho dele, que serviu também, para o aprendizado.

    Já trabalhei com PP e FCP.

    As vantagens que vejo nele são:

    1 – Valor extremamente acessível: $79,00/ano. Ou se quiser $279,00 full. Se não estiver enganado, por $79 pagaria a mensalidade do PCC atual;

    2 – Roda em computadores PC de meros mortais, como eu. Não preciso de um super computador – ao menos no meu fluxo;

    3 – Não existe render na edição! Qualquer coisa que soltar em edit (timeline), qualquer efeito que utilizar, tudo que for feito na edição será sempre real time, sem necessidade de renders para ver o resultado;

    4 – Facilidade para diferentes formatos no edit (timeline): qualquer formato que soltar ele aceita, lembrando, sem necessidade de render;

    5 – Interface configurável, podendo organizar as janelas da forma que quiser, com acesso direto a ferramentas e efeitos em todas as janelas ou clipes;

    6 – Export em muitos formatos e codecs, inclusive nativos de captura, ProRes, MXF, EDL (que parece ser o mais indicado para interação com outros softwares).

    E referente a alguns comentários:

    Vagner J. Souza (“é uma m.”): não, de forma alguma! É um grande editor sim! Talvez não tenha se dedica o suficiente para entende-lo.

    Wanessa Achkar (“funcionalidades AE”): esse é um ponto que tive certas dificuldades e preciso me aprofundar, mas nele, assim como no FCP e PP, há recursos para animação: posição, dimensão, rotação, 3D etc. Claro que não deve oferecer tantos recursos quanto um AE, que é específico para isso. Ainda vou ver mais essa parte.

    Conclusão: Não trabalhei com FCPX ainda, mas com relação ao restante ele é completamente diferente, desde a sua interface até as suas funcionalidades, mas estou muito satisfeito com o pouco que fiz e de agora em diante será ele.