O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (18) que vetou o trecho de medida provisória que isentava a cobrança de bagagem de até 23 quilos nos voos domésticos, a partir de 31 assentos, porque a medida prejudicaria as empresas aéreas pequenas. O veto foi anunciado ontem (17).

“As empresas menores alegavam que seria um empecilho. Fiz uma conta pra um avião com 200 pessoas, 20 quilos a mais para cada um. É um gasto a mais. Sempre viajei sem mala no avião, então, eu estava pagando pelos outros”, disse após participar de cerimônia de hasteamento da bandeira, no Palácio do Planalto. Com o veto, ficam isentas apenas as bagagens de mão até 10 quilos.”

Esta medida, que diga-se de passagem, é usada em praticamente todo mundo, prejudica principalmente fotógrafos e cinegrafistas que no Brasil pretendem viajar com uma camera, 2 ou 3 lentes e um monopé ou tripé. Mesmo que tenham apenas 1kg somos obrigados a pagar entre R$120 e R$240 (ida e volta) para os despachar porque tripés e monopés não são considerados bagagem de mão no Brasil. Ou seja, você viaja com uns 5 kg no total e paga para despachar, enquanto quem viaja com 10 kg não paga nada.


Ao contrario do Brasil, já tentei 3 vezes levar o tripé ou monopé e fui impedido pela segurança no Rio em São Paulo e Bauru, nos Estados Unidos a Administração de Segurança de Transportes, TSA, permite levar os tripés e monopés na mala de mão como podemos ver na imagem a cima ou por este link e não bastasse essa diferença tambem as companhias aéreas Americanas tem um programa de desconto para os “Mídia” que não tem qualquer burocracia para ser aprovado como podemos ver no video abaixo.
Além disso, o vídeo mostra também um tutorial de como fazer o crachá. Mas não se anime se tiver trabalho para fazer nos Estados Unidos. Esse cadastro não está disponível para estrangeiros.