As recentes enchentes que atingem a Tailândia tem prejudicado a produção das empresas japonesas com fabricas no país. Além das industrias automobilística e alimentícia, a de eletrônicos também tem sido afetada pelas enchentes. Fábricas da Nikon e Sony responsáveis pela produção de componentes para as câmeras DSLR estão submersas e sem previsão para voltarem a funcionar. A Canon está redirecionando a produção para outras áreas.
A Sony já adiou, por tempo indeterminado, o lançamento de novos produtos como a esperada câmera NEX-7 e A6. Informações ainda não confirmadas dizem que a conferência de impressa da Nikon marcada para 26 de Outubro na Bélgica foi cancelada.
Os produtos, que estariam à venda em novembro, incluem a câmera de tecnologia de ponta NEX-7.
A Sony disse que anunciará as novas datas de lançamento o mais breve possível.

A Nikon localizada no Parque Industrial Rojana,em Ayutthaya, suspendeu a produção de câmeras e lentes na unidade há mais de 15 dias.
A enchente pode atrasar o lançamento da Nikon D800, previsto para este ano, e as lentes DX, que acompanhariam a nova DSLR da japonesa.
Os térreos de todas as instalações da Nikon estão submersos. Perícias estão sendo feitas no local para avaliar os danos e prever quando a produção será retomada. Segundo um porta-voz da empresa, a drenagem do Rojana já foi solicitada ao governo tailandês pela Administração do Parque, em conjunto com outras empresas lá localizadas.