Tem se feito muita publicidade da nova câmera da Panasonic AF100 e sobre o excelente preço em comparação às Canon.
O preço da Panasonic AF100 é US$ 4,795.00, contra os US$1,499.00 da 7D ou US$899.99 da 60D, ou seja, você compra duas 60D que tem controle de áudio, compra um kit Sennheiser Evolution G3 100 Series, que é microfone sem fio de lapela e também vem com adaptador com entrada XLR ou um gravador H4n por US$300 e ainda guarda dinheiro para as lentes.
Um “problema” mencionado na comparação entre as câmeras é o fato de não ter qualidade na gravação de áudio, pois bem, as câmeras de cinema, ex 35mm não tem qualquer gravação de áudio, por esse motivo não vejo qualquer problema em se gravar o áudio externamente, exatamente como se faz em cinema, também a mesma coisa com o tempo de gravação contínua, as Canon param passado em média 12 minutos, enquanto o roto 35mm dura 10 minutos e tem de ser trocado, enquanto na Canon é só pressionar REC…
Mas o que conta mesmo é a qualidade de imagem, para isso deixo aqui alguns testes:

AF-100 and 5DMkII Field of View Comparison

Canon 7D (cima) vs Panasonic AF100(baixo) Skew Comparison

AF100 vs 5DMkII

Problemas no tom de pele na Panasonic AF-101

COMPARTILHAR
Premiado Diretor de Fotografia e filmmaker que vive em Bauru, São Paulo Estudou cinema na New York Film Academy; AIC Academia Internacional de Cinema de São Paulo. Fez Direção de Fotografia de diversos Longas Metragens e Documentários que foram exibidos na TV e participaram em festivais nacionais como Festival de Brasilia, Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival de Gramado, É tudo Verdade e festivais internacionais como: Festival Internacional Fronteiras, Festival de Cinema Los Angeles, Festival Internacional Del Nuevo Cine Latino-Americano Havana/Cuba, Cineteca Nacional do México, Festival FILMAR (Genebra/ Suíça ), Festin em Lisboa/Portugal. Destaque para o filme "Fome" que entrou em cartaz em 2016 em 10 cidades em 7 estados.

20 COMENTÁRIOS

  1. Deveria ter colocado vídeo só da 7D e não da 5D.
    Uma camera fotográfica nunca será uma câmera de vídeo.
    E os problemas de Rolling Shutter?
    E o custo dos acessórios pra transformar essa câmera fotográfica em uma de vídeo? Vai somando tudo isso ai pra vc ver o custo final.
    Vai gravar uma cerimônia religiosa, de uma hora e meia, tendo que a cada 12 minutos apertar o botão de rec novamente….vai perder a homilia do padre pra vc ver o que acontece.
    Acho que dependendo do que vc vai usar, realmente, essas cameras fotograficas até valem a pena. Mas pra trampos profissionais mesmo, de verdade. Pra quem trabalha DE VERDADE, a AF100 é muito mais interessante, sem falar nos anéis adaptadores que vc pode usar pra poder utilizar lentes de outras marcas.
    Td é uma questão de custo x benefício. Vc vai fazer um comercial pra um shopping ou pra uma borracharia?
    Enfim, a discussão é longa. Mas acho que é desleal comparar um sensor Full Frame com a AF-101

    • Paulo descordo que uma câmera fotográfica nunca será uma câmera de video. Quando realmente o Rolling Shutter atrapalha, com um simples plugin vc resolve.
      Os acessórios sao mais baratos sim, sem contar que podemos adaptar objetivas antigas como as m42, contax, fd (macro) entre outras, elas são um excelente custo benefício.
      Concordo com vc quanto gravar cerimonias religiosas ou eventos longos, mas estamos falando de cinema! Para cinema elas sao muito boas.
      Ja vi muita gente trabalhando de VERDADE com HDSLR nao só com propagandas de shopping, carros, etc mas com belos filmes. esse site é um exemplo disso.
      Acredito sim que as HDSLRs revolucionaram a maneira de fazer cinema de ótima qualidade a um preço acessível.
      Mas respeito sua opinião conservadora. Cada um com seu cada qual.

  2. Eu já filmei ums 7 casentos 1 festa de 15 anos e uma de 1 ano, não tive problemas nenhum. 3 desses casamentos foram feitos com lentes fixas e so com uma câmera e sem ajudante. o cliente ficou maravilhado e nem alteraram nada. Ate agora so com um cliente tive de trocar duas cenas porque ela não gostou de se ver.
    Quanto a parte de cinema é de longe a câmera ideal , para fazer cinema com a Panasonic tem de gravar o audio separado ,sem compressão isso todo mundo sabe…
    Por isso que digo com o preço dela compra Duas Canon que ganha o dobro do tempo a fazer o filme, compra todo o sistema de audio e ainda lhe sobra para lentes. Alem de, para mim, a qualidade da imagem da Canon ser mais verdadeira que a da Panasonic( veja o primeiro video ).
    Mas quando tiver uma em mãos falo.

  3. A Panasonic e a Sony estão fazendo de tudo para destronar as Canon… mas acho uma missão bem difícil!

    O custo benefício das Canon é realmente impressionante!

    Por exemploe, o skin tone da 5D Mk II é insuperável….fantástico!! A profundidade de campo nem se fala…

    E o engraçado é que, de acordo com o teste no vídeo 2, a AF 100 também possui rolling shutter… em menor grau pois o CMOS é menor que o que ocorre no full frame da 5D Mk II.

    Agora não entendi o Paulo dizer que elas nunca serão uma câmera de vídeo… uê já são!! E posso afirmar que são muito melhores que a maioria das câmeras de vídeo na mesma faixa de preço, na verdade até as Ex 1 e 3 que custam até 5x o que a 5D custa não superam a Canon!

    Outro dia vi um teste de de uma RED com a 5D MKII, neste teste a 5D era visivelmente inferior, só que não se pode esquecer que o elemento ótico é um fator fundamental neste comparativos…. por isso conversei com uma pessoa que tem REDs e ele mesmo me disse que vc pode misturar perfeitamente as duas imagens que ninguém percebe, somente alguém mais “treinado” vai ver a diferença! Isso uma pessoa que tem a RED, então pode-se dizer que a qualidade é fenomenal!!

    Haja visto inúmeros filmes, séries americanas, comerciais, curtas e documentários que as usam e certamente o custo não é o fator principal na maioria deles, mas sim a qualidade, facilidade, portabilidade… se fosse somente o custo fariam com qualquer PD da vida….

    Imagine então quando a Canon lançar a Mk III… com aprimoramentos no codec e tempo de gravação de vídeo; putz aí vai ficar ainda mais difícil de superá-las!!

    Acho que devem lançar nesta NAB!
    Vamos ver…

    Grande abraço,
    Gabriel Lehto

  4. Bom, primeiramente, gostaria de agradecer aos nobres colegas que decidiram compartilhar suas experiências a partir da minha opinião.

    Realmente concordo que a contribuição dessas câmeras ao cinema, amador ou não, e a publicidade são indiscutíveis.
    A variedade de lentes disponíveis abre um leque imenso quanto as possibilidades técnicas e artísticas. Eu não descuto isso. Em hipótese alguma.

    O que, ao meu ver, é um ponto negativo, que pesa muito no trabalho com essa câmera, é o fato de vc precisar adquirir muitos acessórios para poder trabalhar de uma forma satisfatóriamente profissional.
    Um primeiro aspecto negativo é sua ergomia para gravações de longa duração. Acho desconfortável vc trabalhar com ela na mão, sem o apoio do ombro. Pra isso, vc precisa investir num suporte. Primeiro investimento.
    Tem a questão do audio. Vc precisará obrigatóriamente de um gravador externo. Segundo investimento. Onde colocar isso? Na camera? Ela começa a tomar a forma de um pequeno Frankeistein.
    Um dos colegas disse que de qualquer forma, vc teria que gravar o audio separado para cinema, mesmo que estivesse filmando com a AF-101. Bom, concordo com vc. Porém, não é só de cinema, que vivem a maioria das produtoras e dos profissionais que trabalham por ai. Meu caso por exemplo. Pagando bem, gravo até filme pornô (meu dinheiro sendo suado e honesto, não importa de onde vem). Gravo evento religioso católico, evangélico, espírita, comercial, institucional, clipe, casamento, etc….eu gravo o que vem até mim. Ganho a vida assim.
    Acho que gravando o audio junto, como o caso da AF-101, é uma dor de cabeça a menos na edição. Um equipamento a menos. Um custo a mesnos. Uma facilidade a mais.
    E te digo mais: até mesmo para uma pequena gravação, de um filme por exemplo, vc pode usar sim essa captação. Eu já fiz essa experiência, e como todo audio, precisa de atenção e cuidado, além de pós produção (tratamento).
    Com relação as lentes para a AF-101, realmente, tem um custo alto. Mas existem os adaptadores, que podem dar sobrevida a lentes já existente.
    Internamente, a AF-101 possui parametros como Zebra, controle manual de audio (que vc só terá numa 5D se vc usar um gravador exteno, que implica em custo), waveform e vectorscope, além de saida SDI e HDMI com saida durante a gravação, coisa que a 5D não faz em HD durante gravação, diversas opções de frame rate em FULL HD, filtro ND incorporado.
    Por essas coisas, que eu falo que ela é uma camera de video de verdade, pois é uma camera de video que nasce pra suprir esse nicho de mercado que surgiu e foi preenchido pelas 5D e 7D.
    Acredito que tudo é uma questão de adaptação. Se vc se adapta, vc tira leite de pedra. Há quem faça upscaling de PD pra HD. Pra tudo tem jeito. Tudo tem um programinha. Sempre se dá um jeitinho pra tudo.
    Não acho que a minha opinião seja tão conservadora. Só acho que a Panasonic conseguiu criar um equipamento que mesmo custando o dobro de uma 5D, já vem com muitas coisas embutidas que no final, acaba saindo mais ou menos a mesma coisa.
    Lembrando, que isso é a minha opinião, e de modo algum, quero desrespeitar ou ofender qualquer pessoa aqui. Até porque, nunca trabalhei com a AF-101. Mas acredito que meu próximo investimento será uma, com certeza, pois todos estes aspectos que citei e que em minha modesta opinião, me levam a optar por ela. Este é um local de troca de idéias, e quanto mais pessoas participarem, mais aprenderemos.
    Mas verdade seja dita. Volto a falar. O que estas Canon fizeram pelo video e pelo cinema, foi realmente uma revolução.
    Um abraço a todos.
    Paulo

  5. Paulo, realmente seus argumentos são válidos.
    Já trabalhei com Canon 5D e a tal da ergonomia deixa a desejar. Depois de 30 minutos, não aguentava mais. Ai, só no tripé…Tenho uma 7D. Mesma coisa. Aquece. Tenho que desligar. Depoimento, tem que parar de 12 em 12 minutos. Triste.
    Os controles não estão tão acessíveis como em uma câmera de vídeo. Nem se compara com a praticidade de uma câmera de vídeo. Ela é boa, mas não é, dá pra entender?! Hehe.
    Esse pessoal fica vendo vídeo no vimeo, e acha que aquilo é referencia. Não é. Referencia é monitor de referencia. Não é monitor LG HD não. Monitorar um sinal SDI é outra coisa.
    Comparar uma 5D com uma RED é comparar o inconparável. Hehe. Duvido alguém perceber diferença vendo vídeo do vimeo.
    E outra. Pra perceber diferença, tem que ter algumas coisas: monitor de referência (REFERENCIA), vectorscope e waveform!
    No “olhômetro”, desconheço quem reconheça a diferença.
    🙂
    Pra quem não tem grana, a 5D, ou até mesmo a T2i quebra o galho. Pq dá o “cine look” que a galera tá atrás. Esse é o mérito delas.
    Já trabalhei com cameras HD Sony, Ikegami, Thomson, e tantas outras. Nenhuma tem um sensor desse tamanho (AF-100 4/3 contra 2/3 das demais). Por um custo incomparável.
    Aqui vai um link que abriu minha cabeça: http://www.dvuser.co.uk/content.php?CID=246
    Valew
    Renato Dias

  6. câmera de video é câmera de video e câmera fotográfica é para tirar fotos…é igual aquele cara que compra um fusca e põe um câmbio da BMW e uma roda do golf, um volante de ferrari, motor de gol 1600 e fala que é o melhor possante do mundo.

  7. Câmeras DSLR para ficarem funcionais exigem vários gadgets que eliminam sua vantagem de preço, e mesmo assim não dão as condições ideais de operação que as câmeras de video proporcionam. Durante a gravação (rec on), não temos peaking para controlar o foco (em cameras com pouquissima profundidade de campo), nem zebras para controlar a exposição. Só uso por sugestão (“imposição delicada”) da produtora ou do cliente…

  8. Nao podemos esquecer o porque produzimos material. Me aprece hipocrisia dizer que devemos olhar o material num monitor de referencia tipo Marshall se o cliente nunca vai poder ver num desses. Eh exatamrnte por isso que as grandes produtoras de publicidade e series nos EUA estao usando HDSLRs nas producoes. Quanto aos acessorios, do que vvcs estao falando? Follow focus, mattbox, suporte de ombro, gravador de audio? Pois lembrem que esses acessorios nao foram inventados para HDSLs exclusivamente. A unica coisa que aconteceu foi que eles ficaram muito mais populares e famosos. Mas sabemos que toda producao profissional, sempre teve suportes de ombro, tanto para alguns modelos de 35 ou 16mm, como para HVX-200 e Ex1, ou 3 da vida. Follow focus eu nao vou nem dizer. Realemtne a unica coisa que nem sempre se usava era o gravador de audio, pq as vezes era bem usado nas cameras. Waveform eu ja tenho na T2i, monitoramento de audio tbm. Um certo tempo de gravacao continua, voltar a gravar automaticamente sem ter q apertar o rec aos 12min tbm ja tenho. Nao vejo essa desvantagem toda nas HDSLRs nao. A compressao pode na ser comparavel ao RAW da RED, mas convenhamos que as coisas nesse mundo de producoes mudu demais depois das HDSLRs e isso deve ter algum motivo. Acredito que nao seja apenas custos e sim a estupenda qualidade que essas cameras podem oferecer, a ponto de tornar possivel producoes de cinema com takes em 7Ds e 5Ds da vida.

    • Meu querido Albert Ferreira.
      Vc falou em hipocrisia. Cara, acho que vc não entendeu o contexto do meu comentário.
      O cara veio falar que a gravação da 5D é quase igual a da RED e que só olhos treinados conseguem perceber. RED é RED….não tem como comparar….é muito superior….além de gravar em 2K e 4K. O cara fala uma coisa dessa pq ninguém percebe a diferença pq a maioria usa Vimeo como referência. E não é. Não adianta forçar a barra. Tem muita qualidade, mas não é assim também.
      Outra coisa: vc tem waveform na T2i e controle de audio pq fez alteração do firmware, correndo o risco de perder a sua camera, pq isso, até onde sei, não é nativo. No planet 5D tem tutoriais que ensinam a fazer essa alteração. E já tem gente vendendo a câmera com essa atualização. Agora tem zebra e peaking tb nas ultimas versões. Talvez vc já tenha comprado a sua assim. Mas são versões não oficiais, e sabe-se lá como isso funciona.
      Eu não arrisco. Mas respeito quem arrisca o equipamento com esses procedimentos.
      Abraço

  9. Sim Renato, entendi sim e na realidade eu nao estava me referindo ao seu comentario em si e sim peguei um gancho noq vc falou apenas! Eu soh queria dizer que o profissional deve estar focado no cliente e no publico alvo dele, pq em gente que diz que a RED eh melhor que a 5d soh pq viu num monitor de referencia, mas essa pessoa nao foi capaz de avaliar e observar os usos, facilidades, vantagens e desvantagens de cada camera e como isso impactaria a producao como um todo e o publico-alvo.
    Realmente seria nefando da minha parte, dizer que a 5d eh melhor que a RED. Mas tbm precisamos convir que as duas cameras podem ateh estar em mesmas producoes, sem que seja percebida a diferenca, e isso em producoes grandes, de porte grande.
    Com relacao a atualizacao que fiz, digo o seguinte…. tenho acompanhado o andamento da mudanca de firmwire desde que foi lancado e realmente nao enxergo perigo real com o hardware da camera nao. Muuuuita gente tem usado e sempre com muito sucesso, nunca ateh agora, houve algum caso de avaria que fosse diretamente ligado ao firmwire. Quem entende um pouco de programacao de informatica, vai entender que os perigos sao bastante baixos e apenas hipoteticos, visto que o sistema nem sequer eh instalado na camera e sim eh rodado atraves do cartao de memoria.
    Com relacao a gravacao continua, Rodrigo, existem duas coisas a se fazer com o Magic Lantern. A primeira eh um recurso que se chama auto rec, que faz com que a camera grave automaticamente, assim que o aviso de 12min. chega, ou seja, vc perde cerca de 2 segundos de video apenas. A outra possibilidade eh usar bit rates variaveis, oq faz com que demora mais para o arquivo chegar em 4gb e consequentemente, significa mais tempo de gravacao… Eu ja chegeui a gravar com o Q scale em -7 cerca de 30 min. initerruptos com qualidade em full hd, claro que com menos bit rate, mas dependendo do seu alvo final (o meu era programa para a tv em SD), vale sim a pena gravar dessa forma.
    Na verdade cada um escolhe a forma que vai usar o seu equipamento e qual equipamento vai e pode usar. Os que tem mais coragem, podem correr mais riscos, mas tbm podem usufruir de muitas vantagens, tudo eh uma questao de escolha e ngm eh obrigado a escolher a mesma coisa q ngm. Eu particularmente acho tudo muito seguro, qnd se fala em Magic Lantern, uso e recomendo.

  10. A galera que se propõe a fotografar deve ter em mente que são diversas ferramentas no nosso leque.
    Para um serviço de filmar casamento, e etc, as vezes é melhor uma AF100, ou então um documentário, a AF100 pode caber melhor por já ter 4 canais de audio XLR e filtro ND.
    Mas se você vai fazer um trabalho onde tem tempo, uma equipe um pouco maior, e decidiu por uma estética com profundidade de campo Extremamente Reduzida, a 5d é um caminho.

    Isso tudo para quem ta sem grana, se tiver grana pra produção roda em película, ou então aluga uma Alexa, ou mensmo uma SI2k, ou talvez uma RED.

    Não podemos comparar câmeras diferentes jogando tudo no mesmo saco e apresentando argumentos afim e defender uma ou outra.

    Cada trabalho é um caso, e cada caso tem uma Câmera apropriada, as vezes é legal até misturar várias.

  11. COncordo com Carlos Ebert e algumas outras citacoes.

    Pra começar do zero, direto pra uma AF100 no minimo com um bom set de lentes realmente é mais interessante começar por uma 7D. pelo lado financeiro.
    Mas ra quem ja possui 5D ou 7D montadas….esta ai uma ótima opcao de up grade.

  12. Minha opinião é de que não adianta se ter uma Canon Ou Nikon com matte box, lente L, follow focus se nao tens a técnica, a criatividade e o talento. A qualidade de uma RED pode ser bem superior e normalmente quem tem uma, sabe a usar, pois custa muito caro. Hoje ficou muito mais facil mesmo fazer produções de videos pois as HDSLRs oferecem qualidade com preço baixo, porém existem pessoas que a usam com inteligência e experiência e outros que não aproveitam todo seu potencial e o video fica muito ruim. Basta ter criatividade e talento, depois pensa-se no resto, como na fotografia.