A Sony apresentou hoje em Hollywood e  nos estúdios da Pinewood em Londres a sucessora da F65, ou seja a melhor câmera de cinema da Sony. Ela é a primeira câmera de cinema da Sony com sensor 35mm full frame (36 x24mm) e vem com bocal PL ou e-mount o mesmo que temos em câmeras como a A7s.

Com esta câmera a Sony desafia diretamente a ARRI e RED que são as câmeras escolhidas praticamente para todos os filmes que se fazem hoje.

Novo Sensor

O Sensor 6K é o coração desta câmera, é um sensor completamente novo. Ele foi projetado exclusivamente para ela e  se destaca pela extrema qualidade nos tons de pele.
Este sensor tem a particularidade de poder ser trocado rapidamente. Eles ouviram diversos diretores de fotografia e fizeram um planejamento a longo prazo, projetando o sensor intercambiável que é bem fácil de trocar, bastando para isso desapertar 4 parafusos e escolher o sensor para cada tipo de cena.
O Sensor tem 36x24mm com resolução 6k e pode usar lentes anamórficas Super35mm ??(17: 9 e 16: 9),Full Frame 35mm e Super35. Só Full Frame 35mm gravará em 6K completo, as resoluções Super35 gravarão em 4K. A gravação em full-frame não será imediatamente possível a partir do momento que ela chega nas lojas, em fevereiro de 2018, mas sim será oferecida como uma atualização paga aproximadamente no inverno de 2018.

O Sensor tem +15 stops de latitude e pronto para HDR. Segundo informa a Sony ele excede o espaço de cores BT.2020

Montagem de câmeras – PL ou E-Mount

O Sony VENICE vem com uma bocal PL, portanto, todas as lentes PL S35 mm  e lentes PL Full-Frame funcionam na camera.

No entanto, a montagem é passável para bocal em E-mount (tipo de bocal usado em cameras como a A7s, a6500, FS5, FS7 , o que amplia significativamente as escolhas de lentes  com menores preços e aumenta a quantidade de opções de lentes.

A câmera usa displays duplos para equipes de câmera, com uma sub-exibição no lado assistente. Do lado do operador, há uma tela OLED com atalhos para ND, shuter, FPS, balanço de branco e outras funções. A Sony claramente se inspirou no Varicam 35 da Panasonic aqui.

A câmera também possui opções de energia para acessórios como uma porta Lemo e uma saída de 24V.

Formatos de gravação

A câmera possui vários formatos de gravação:

16 bit RAW linear e comprimido em RAW X-OCN com o gravador externo AXS-R7, o intervalo tonal EXtended de 16 bits da Sony Original  Negativo, RAW (no AXS-R7) e XAVC-I em 4K internamente com cartões sxs (Class480 e Class300) 4:2:2 interframe 10Bit e ProRes (apenas em HD) 4:2:2 HQ, também interativamente.

Design intuitivo e funcionalidade refinada 

A Sony VENICE possui um design totalmente modular e intuitivo com funcionalidades refinadas para suportar uma operação simples e eficiente em qualquer local. É a primeira câmera da indústria cinematográfica com um sistema de filtro de vidro integrado ND de 8 estágios, tornando o processo de filmagem eficiente e agilizando a configuração da câmera.  A câmera foi projetada para operação fácil com um painel de controle intuitivo colocado nos lados Assistente e Operador da câmera. Uma entrada / saída de alimentação de 24 V e um conector LEMO permitem o uso de muitos acessórios da câmera padrão, projetados para uso em ambientes hostis.
A Sony informou que muitos acessórios da F55 se conectarão na VENICE

Opções de licença 

Com a VENEZA, a Sony está dando aos usuários a opção de personalizar sua câmera, permitindo os recursos necessários, compatíveis com seus requisitos de produção individuais. As licenças opcionais estarão disponíveis em durações permanentes, mensais e semanais para expandir as capacidades da câmera com novos recursos, incluindo 4K anamórficos e Full Frame, cada um vendido separadamente. O sistema de filmagem digital VENICE CineAlta está programado para estar disponível em fevereiro de 2018.

Preço

Preço apontado a partir de $35000 USD

COMPARTILHAR
Premiado Diretor de Fotografia e filmmaker que vive em Bauru, São Paulo Estudou cinema na New York Film Academy; AIC Academia Internacional de Cinema de São Paulo. Fez Direção de Fotografia de diversos Longas Metragens e Documentários que foram exibidos na TV e participaram em festivais nacionais como Festival de Brasilia, Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival de Gramado, É tudo Verdade e festivais internacionais como: Festival Internacional Fronteiras, Festival de Cinema Los Angeles, Festival Internacional Del Nuevo Cine Latino-Americano Havana/Cuba, Cineteca Nacional do México, Festival FILMAR (Genebra/ Suíça ), Festin em Lisboa/Portugal. Destaque para o filme "Fome" que entrou em cartaz em 2016 em 10 cidades em 7 estados.

89 COMENTÁRIOS