Pat Cassidy teve um dia de viagem muito, muito ruim cerca de uma semana atrás, enquanto viajava com a Delta Air Lines.

Ele postou um tweet da companhia aérea, dando uma “sugestão” sobre uma falha no design de seus assentos de aeronaves quando eles estão na posição reclinada. No tweet, ele diz, “Delta, uma pequena nota para a caixa de sugestões: talvez tenha um pequeno sinal de aviso ou alguma forma de impedir que meu laptop seja destruído quando a pessoa na minha frente reclina o assento”.

A tela está quebrada e parcialmente funcionando, disse Cassidy, que também completou que o comissário de bordo não demonstrou muita empatia com o caso. “Aprecio o fato de seu comissário ter me dito que o passageiro à frente precisava se reclinar, e depois perguntou se ele estava bem, como se o assento não tivesse acabado de arruinar o meu sustento”, escreveu.

Após algumas trocas de e-mails com a Delta, foi informado que a companhia aérea não se responsabilizaria pelo ocorrido. Segundo a empresa, a culpa seria  do passageiro da poltrona à frente. Ela ainda ofereceu 7.500 milhas SkyMiles (programa de fidelidade) como recompensa.

Nos comentários da publicação há usuários sugerindo que Cassidy poderia ter levado o laptop já quebrado a bordo, fotografando depois, a fim de convencer a companhia aérea a pagar por um novo MacBook Pro.

Pat Cassidy@HardFactorPat

@Delta small note for the suggestion box, maybe have a little warning sign or someway to prevent my laptop from being destroyed when the person in front of me reclines their seat.

View image on Twitter