Está decorrendo em Las Vegas a CES, a maior feira de tecnologia do mundo.
Terminado o primeiro dia dedicado a apresentações á imprensa, percebemos que este é sem duvida o ano do 4K.

Alem das dezenas de novas TVs de UltraHD (o 4K para TV e não o verdadeiro 4k) temos diversas câmeras e parcerias para conteúdos nessas TVs.
A Sony fez parceria com a Netflix para disponibilizar filmes e series em Ultra HD. Ontem o CEO da Netflix, subiu ao palco da Sony para falar das suas séries (House of Cards e Orange is The new Black) produzidas em 4K. A Samsung também não se deixou ficar e alem de anunciar vários televisores, anunciou a parceria com a M-GO (uma joint venture entre a Technicolor e a DreamWorks) para conteúdo em 4K.

Trailer de House of Cards – Season 2 em 4K

Tenho lido bastantes criticas ao 4k para tv, varias delas com alguma razão como ver uma imagem de 4k numa tela de 50 polegadas a metro e meio de distancia ou ver full HD é a mesma coisa, a nossa vista não consegue distinguir … mas a mesma coisa se passa a 4 metros da tv, a nossa vista não consegue distinguir o full HD do 720p e isso não faz com que o trabalho seja entregue em 720p (embora eu baixe todas as series em 720p).

O 4K é muito bem vindo. As TVs estão cada dia maiores e quem esteve de frente com uma tv de 80¨ percebe que a qualidade de imagem não é assim tão boa e que falta resolução, imagine nas novas tv de 110 polegas.

Muitas pessoas da área do vídeo criticam porque olham para o que tem em casa, 2 TVs de 32 polegadas e uma de 42 polegadas e esquecem que os clientes tem o direito de ter uma tv de 110 polegadas. Outros criticam porque tem medo da inovação e de terem de sair da zona de conforto que vivem. A mesma coisa foi com a chegada do video nas DSLR, quem ficou para trás criticando acabou abrindo caminho para novas produtoras e perderam o mercado, se formos ver as melhores produtoras de hoje tem menos de 5 anos, a idade da 5D mark II (tirando como é obvio as gigantes do cinema e publicidade)

Para finalizar o MICO do ANO protagonizado pelo diretor Michael Bay, responsável pelos filmes da trilogia “Transformers”, durante a conferência da Samsung.

O diretor foi chamado ao palco para falar sobre as TVs com tela curva de 4K. Entretanto, logo após as suas primeiras palavras, um suposto problema no tele prompter fez com que Bay ficasse sem o seu texto e, por conta disso, tivesse que improvisar.
Visivelmente desconfortável, o diretor titubeou e até tentou retomar o assunto. Contudo, depois de hesitar por alguns segundos, ele saiu do palco de forma abrupta deixando o público confuso
Veja o video: