Alfândega Libera Celulares, Câmeras e Relógios !!!

 

A partir de segunda-feira (2/8/10), o viajante que comprar um telefone celular, um relógio de pulso ou uma máquina fotográfica no exterior não precisará mais declará-lo à Receita Federal ao retornar ao país. Esses objetos farão parte da cota de bens de uso pessoal, isentos de imposto.
A nova legislação, a ser publicada no “Diário Oficial da União”, também isenta de tributação roupas e acessórios, adornos pessoais e produtos de higiene e beleza.

Baterias e acessórios em quantidades compatíveis, carrinhos de bebê e equipamentos de deslocamento como cadeiras de rodas, muletas e andadores também entram na lista.

Notebooks e filmadoras estão fora da lista de bens de uso pessoal. Devem ser declarados e entram na cota já existente, limitada a US$ 500 para quem usou transporte aéreo ou marítimo e a US$ 300 para quem utilizou transporte via terrestre, fluvial ou lacustre.

CIGARROS E BEBIDAS

A nova regra também colocará limites que antes dependiam da avaliação do fiscal da alfândega para serem fixados.

O viajante poderá adquirir no exterior e trazer consigo, no máximo, 12 litros de bebidas alcoólicas, dez maços de cigarros com 20 unidades cada um, 25 unidades de charutos ou cigarrilhas e 250 gramas de fumo.

Antes de embarcar, o viajante não precisará mais fazer a Declaração de Saída Temporária de produtos estrangeiros que está levando. Hoje essa medida é considerada pela Receita como excesso de burocracia.

O órgão colocará em seu site um “perguntão da bagagem”, parecido com o “perguntão do Imposto de Renda”, que define o que é considerado bem de uso pessoal e a quantidade permitida.

Pequenos presentes e suvenires que custem menos de US$ 10 poderão ser trazidos em no máximo 20 unidades, desde que não haja mais de dez idênticas.

FALTA DE CLAREZA

O Ministério da Fazenda e a Receita identificaram falta de clareza e transparência nas regras atuais.

Por elas, um fiscal poderia entender que duas garrafas de vinho são abusivas, enquanto outro poderia considerar uma caixa de uísque um consumo razoável.

Se o viajante comprar um iPod ou um iPad no exterior e comprovar que, durante a viagem, fez uso profissional da aquisição, não precisará declará-lo. Mas sempre precisará apresentar nota fiscal.

Caso uma brasileira chegue de viagem com um brinco de diamantes valendo US$ 50 mil nas orelhas, poderá ser questionada sobre a origem dos recursos para compra do produto, embora a joia faça parte dos bens considerados de uso pessoal.

[:en]A partir de segunda-feira (2), o viajante que comprar um telefone celular, um relógio de pulso ou uma máquina fotográfica no exterior não precisará mais declará-lo à Receita Federal ao retornar ao país. Esses objetos farão parte da cota de bens de uso pessoal, isentos de imposto.
A nova legislação, a ser publicada no “Diário Oficial da União”, também isenta de tributação roupas e acessórios, adornos pessoais e produtos de higiene e beleza.

Baterias e acessórios em quantidades compatíveis, carrinhos de bebê e equipamentos de deslocamento como cadeiras de rodas, muletas e andadores também entram na lista.

Notebooks e filmadoras estão fora da lista de bens de uso pessoal. Devem ser declarados e entram na cota já existente, limitada a US$ 500 para quem usou transporte aéreo ou marítimo e a US$ 300 para quem utilizou transporte via terrestre, fluvial ou lacustre.

CIGARROS E BEBIDAS

A nova regra também colocará limites que antes dependiam da avaliação do fiscal da alfândega para serem fixados.

O viajante poderá adquirir no exterior e trazer consigo, no máximo, 12 litros de bebidas alcoólicas, dez maços de cigarros com 20 unidades cada um, 25 unidades de charutos ou cigarrilhas e 250 gramas de fumo.

Antes de embarcar, o viajante não precisará mais fazer a Declaração de Saída Temporária de produtos estrangeiros que está levando. Hoje essa medida é considerada pela Receita como excesso de burocracia.

O órgão colocará em seu site um “perguntão da bagagem”, parecido com o “perguntão do Imposto de Renda”, que define o que é considerado bem de uso pessoal e a quantidade permitida.

Pequenos presentes e suvenires que custem menos de US$ 10 poderão ser trazidos em no máximo 20 unidades, desde que não haja mais de dez idênticas.

FALTA DE CLAREZA

O Ministério da Fazenda e a Receita identificaram falta de clareza e transparência nas regras atuais.

Por elas, um fiscal poderia entender que duas garrafas de vinho são abusivas, enquanto outro poderia considerar uma caixa de uísque um consumo razoável.

Se o viajante comprar um iPod ou um iPad no exterior e comprovar que, durante a viagem, fez uso profissional da aquisição, não precisará declará-lo. Mas sempre precisará apresentar nota fiscal.

Caso uma brasileira chegue de viagem com um brinco de diamantes valendo US$ 50 mil nas orelhas, poderá ser questionada sobre a origem dos recursos para compra do produto, embora a joia faça parte dos bens considerados de uso pessoal.

Fonte : Folha.com[:]

Artigos recentes

Video thumbnail
Lente Full Frame Viltrox 20mm F2.8 por apenas R$692
09:35
Video thumbnail
Excelente LED COB de estudio/ portátil com características únicas: IINKEE GC30 Bi-Color
13:52
Video thumbnail
Autofoco para qualquer lente ou câmera + Follow Focus sem fio com excelente preço: LIVE AIR 3 SMART
13:09
Video thumbnail
Novo Hollyland LARK M2 - Qualidade de audio para câmeras e celulares
13:10
Video thumbnail
Por R$50, melhor alternativa a AirTag :Problemas e soluções em mais de 7 meses de uso
12:17
Video thumbnail
Maior Shopping de cameras lentes e eletrônicos usados do mundo - Piso 2 - Guangzhou - China
11:54
Video thumbnail
Review do microfone lapela duplo com 2 canais 7Artisans DMic-S O mais completo abaixo de R$600
12:59
Video thumbnail
Vem ai + uma taxa. Soluções que temos no momento para compras internacionais
13:25
Video thumbnail
Ulanzi LT028 Potente e barato , excelente como luz principal e custa menos de R$900 com impostos
08:50
Video thumbnail
Preparando o review do Led @ulanzi bicolor com bateria LT028
01:00
Video thumbnail
Comparação de Desempenho de EDITORES de VIDEO: Macbook Pro M1 Pro vs. Notebook Avell C62 MOB
14:04
Video thumbnail
Gilvaz MOZA Aircross3 e colete DigitalFoto
00:09
Video thumbnail
Review da melhor solução Tudo Em Um para lives na vertical para Instagram, Tiktok e outros
18:25
Video thumbnail
Passado Presente e Futuro das Taxas de Importação- Atualização Agosto e Setembro
12:45
Video thumbnail
Novidades da YC Onion, Hollyland, Colbor, Godox e especial melhores cadeiras gamer e escritório
29:57
Video thumbnail
Review COLBOR CL220: LED COB com excelente qualidade e preço. Comparativo com Amaran 200d
12:49
Video thumbnail
Preço de monitor comum tem no SHIMBOL ZO600M: Monitor Receptor Transmissor Gravador TelePrompter
17:20
Video thumbnail
Review do slider motorizado YC Onion Hotdog 3.0
12:13
Video thumbnail
Melhor Led COB de 60W : Inkee Gold Crow
12:56
Video thumbnail
Review do melhor microfone lapela de 2023: Hollyland LARK MAX
14:51

1 COMMENT